23 de abril de 2017

A LÓGICA DA BATATA

Avó [enquanto olhava para uma moldura com uma fotografia minha] - Ó Lady, Lady... Quando tinhas aquela idade...

Eu - O que tem?

Avó - Eras mais nova!

18 de abril de 2017

TAMBÉM PENSARAM NO MESMO?

Será que as pessoas que se sujeitariam a pagar mil euros por uma noite de estadia em Fátima têm noção de que ir a Roma sairia mais barato?

27 de março de 2017

LEMBRAM-SE DE TER DITO QUE VI PESSOAS NA PRAIA?

Por este andar, iremos ter neve na Páscoa... e não só na Serra da Estrela!

A CRISE GENERALIZOU-SE?

Ontem, pela primeira vez, vi na televisão um anúncio publicitário da Rolex.


Eu já tinha visto publicidades das campanhas da Rolex, obviamente, mas só em revistas do género da Vogue. Mas estará assim tão em crise para precisar de publicitar a marca pela televisão?

21 de março de 2017

FIT

Não percebo a obessão das bloggers, youtubers e por aí fora, sobre o abacate. É que falam de abacate como se estivessem a falar de mousse de chocolate!

RACIOCÍNIO

Na semana passada contei à minha mãe que uma colega da universidade, da minha idade, se tinha casado.

"Mas porquê? Engravidou?"


Esta semana contei-lhe que outra colega de turma da primária estava grávida.

"A sério? Não sabia que tinha casado."

15 de março de 2017

ESTOU A DEPRIMIR

É Março e já vi pessoas na praia.

A FÓRMULA PARA O SUCESSO

Na semana passada, enquanto refletia sobre acontecimentos recentes, desenvolvi uma teoria que, segundo o meu ponto de vista, tem tudo para ser um sucesso. Trata-se de uma "fórmula casamenteira", isto é, uma tática de engate para conseguir o namorado ideal!

Primeiro, o que têm de fazer é arranjar um cão minimamente bonito. Quando digo arranjar, até podem pedir emprestado à prima ou à vizinha. E tem de ser apelativo, não pode ser nada como o meu Julinho.

Depois, levam o cão a passear a um parque ou outro local público onde passem rapazes/homens da vossa idade. Deixem que o bicho os atraia. Se ele for bonito como disse que têm de ser, vão ver que vai ser como mel.

Quando os homens se aproximarem, a primeira coisa que vão fazer é festinhas ao cão. Vão perguntar-vos se é cão ou cadela (não sei porquê, mas perguntam sempre em vez de verem por eles mesmos), e vão perguntar o nome. É a vossa oportunidade. Sorriam, sejam simpáticas, deem tudo!

Também devia chamar-vos à atenção para a necessidade de o cão ter um nome decente, nada de Xuxi ou Bobi. Se o nome for mau, digam que foi a vossa mãe ou irmã mais nova quem escolheu. Se o cão não for vosso, contem a história do quanto adoram animais mas não podem ter um porque vivem num apartamento pequeno, ou os vossos irmãos são alérgicos, ou os vossos pais não deixam, e por isso têm de se contentar em passar tempo com o cão da vizinha - isso é ótimo, demonstra o vosso lado bom e dedicado.

E a vantagem de tudo isto é que só vai atrair homens que gostam de animais ao ponto de se aproximarem para fazerem festinhas - estes são os melhores, nunca ouviram dizer que quem gosta de animais é boa pessoa?


Se isto não resultar, devolvam o cão à vizinha e pensem noutra solução.

SITUAÇÃO

A animação que é a minha vida revê-se nas conversas à mesa, à hora de almoço. À quarta, véspera de ir para Braga, não tenho nada para dizer, e ao sábado, quando venho, ninguém me cala. E como a animação não é assim tanta, ao domingo já estou novamente calada.

12 de março de 2017

PRÉ-HISTÓRIA

Houve um tempo em que eu cheguei a escrever três posts por dia. Todos os dias.